Mensagem de Oxalá

Ouve, meu filho:

Quando todas as portas se fecharem, quando sentir o vendaval da adversidade açoitar as suas faces, quando a tormenta te surpreender em meio a tua jornada, segue; segue sempre de cabeça erguida, pois o teu guia sou eu.


Ainda que todos os males te aflijam, ainda que as ingratidões te atordoem e te façam sofrer, lembra-te que eu sou a tua luz e a tua esperança.

Se fores atingido pela calúnia e pela apreensão, não te desesperes – estarei ao teu lado confortando a tua dor, amparando a crença que está em teu coração.

Fecha os teus olhos às tentações e abre o teu coração ao amor e à bondade e ainda que a multidão te apedreje, ainda que te acuse de crimes que não cometeste, não te acabrunhes, nem te acovardes – enfrenta corajosamente os teus acusadores e vence a tua luta com a firmeza da tua consciência limpa.

Mas se fores traído, se fores perseguido injustamente, não deixeis que o desânimo domine o teu ser. Fazei do teu coração uma fonte de amor e ternura e segue os meus passos.

Se em tua luta pela vida somente encontrares a maldade, o egoísmo e a vingança, perdoa, meu filho. Seja bom, simples, carinhoso, humilde, pratica a verdadeira caridade, perdoando os teus inimigos. Reze pelos teus perseguidores, porque eles são mais infelizes do que tu, meu filho. Cegos e desvairados, eles caminharão para o abismo e serão destruídos pela própria maldade.

Prossegue a tua jornada confiante em tua fé. Em cada um dos teus passos, ficarão as marcas das minhas bênçãos; em cada um dos teus atos, ficarão as marcas indeléveis da tua confiança em mim.

Ouve, meu filho:

Se algum dia tiveres preso ao leito vergado pela dor, desesperançado pelo sofrimento atroz, não apresses o teu fim no desespero e nem praguejas o teu destino. Lembra-te dos que choram, lembra-te dos que sofrem, lembra-te dos angustiados, lembra-te de que mais sofredores são os que vivem nas trevas da descrença. Lembra-te que eu também sofri para te redimir e te salvar e quando sofreres, eu sofrerei contigo; quando chorares, eu chorarei com o teu pranto.

Vence, vence meu filho – vence tua luta com a força do teu amor, com o poder indestrutível da tua fé. Eleva o teu espírito, purificando a tua alma do sofrimento e na compreensão dos erros humanos.

Olha para o alto e procura descortinar o meu reino além do infinito. Aqui estou, meu filho, para te oferecer amor e bondade. No meu reino de luzes, o teu coração é o meu coração e as portas não se fecharão jamais.

Caminha para frente sem temer os inimigos. Sê complacente para com os que não compreendem as tuas convicções e a tua fé.

Lembra-te, meu filho:

Ainda que sinta os teus pés sangrarem, ainda que as tuas lágrimas queimem as tuas faces, não desanimes: crê em mim, filho meu! Tens o meu coração cheio de amor e bondade, tens o consolo do meu perdão para os teus pecados, tens o meu reino que é o teu reino.

Eu esperarei por ti, meu filho. Eu esperarei…

Calendário

dezembro 2017

dom seg ter qua qui sex sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
  • Homenagem a Iansã, Oxum e Barquinho de Yemanjá
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Facebook

Fotos

Festa Junina 2012

Festa de Ogum 2012

Festa do Caboclo Tupinambá

Mais fotos